Differenza

Como executar o ASSENTAMENTO EM PAREDES?

Fazendo uso de argamassa colante industrializada, podemos ter um perfeito assentamento de revestimentos para paredes internas. Porém podemos utilizar a argamassa produzida na obra.

1. Verifique as possíveis falhas na execução na superfície das estruturas, como ondulações, falta de pedaços dos blocos e blocos salientes ou aprofundados.


2. Verifique possível umidade, deve-se constatar que a parede encontra-se sem umidade, limpa e curada.


3. O assentamento das placas deve ser realizado de baixo para cima, uma fiada de cada vez.


4. Deve-se assentar duas placas que servirão de guias. Estas serão assentadas nas extremidades da borda inferior da parede, tomando-se como referência a cota prevista para o revestimento do piso. Apoiadas sobre calços adequadamente nivelados, utilizando-se, por exemplo, o nível bolha.


5. Estique uma linha para servir como guia para o posicionamento das demais placas desta fiada, entre as duas placas já assentadas. Pode-se também usar régua de madeira/ metálica ao invés da linha. E temos instrumentos desenvolvidos como nível a laser e/ou eletrônico.


6. Garanta o prumo das fiadas verticais, assentando uma placa guia em cada extremidade superior da parede, devidamente aprumada e nivelada.


7. Estude os cortes. Verifique os locais onde se encontram janelas, portas, interruptores e etc., pois nestes pontos as placas deveram receber cortes. Evite cortes nas partes visíveis.


8. Prepare a argamassa de assentamento.


9. Aguarde reação da argamassa. Para os aditivos iniciarem sua ação, a argamassa colante preparada deve ficar em repouso por um período de tempo indicado na embalagem do produto, e a seguir deve ser novamente reamassada.


10. Espalhe a pasta. A pasta deve ser espalhada em faixas de 60 cm de largura, para facilitar a colocação das placas cerâmicas. Porém a extensão da faixa de espalhamento da argamassa colante deve ser determinada para cada caso e depende das condições locais. Use o lado liso de desempenadeira de aço dentada, apertando-a de encontro à superfície da estrutura anterior, formando uma camada uniforme de cerca de 3 a 4 mm.


11. Faça os cordões (sulcos). Aplicar o lado dentado da desempenadeira em ângulo de 60 graus, formando cordões que facilitam o nivelamento e a fixação das placas cerâmicas.


12. Faça o Teste da ponta dos dedos, para verificar se a argamassa ainda está boa para se trabalhar. Deve-se dar atenção especial a locais sujeitos a insolação, vento ou corredor de ar.


13. Aplique as placas cerâmicas sobre os cordões, de preferência das extremidades para o centro, sempre pressionando com as mãos. Deve-se obedecer a disposição prevista para as placas e à largura das juntas de assentamento com o auxílio de espaçadores plásticos previamente gabaritados. Estes também funcionam como “amortecedores”.


14. Bata sobre o revestimento com um martelo de borracha, amassando por completo os cordões de argamassa e expulsando o ar retido.


15. Controle o alinhamento das juntas sistematicamente com o auxílio de linha esticada longitudinal e transversalmente.